Primeira representante do brega pernambucano a levar o gênero musical ao palco principal do carnaval do Recife, a cantora Priscila Senna, a Musa, falou sobre a representatividade do seu show no Marco Zero, na abertura oficial da folia na capital, na sexta-feira (21).

“Tem [no repertório] o nosso frevo, o nosso brega, que é o que me fez estar aqui hoje. Eu estou muito feliz de estar aqui representando todo mundo, todas as bandas. Espero representar muito bem”, declarou.

Sob o som de milhares de vozes e uma contagem regressiva para a sua chegada, Priscila Senna subiu ao palco à 0h15. A primeira canção, entoada em conjunto com o público que lotou a Praça do Marco Zero, foi “Cachorro Combina com Cadela”.

Ainda segundo Priscila Senna, a chegada do brega do palco do Marco Zero é um pequeno passo para o que o brega pode conquistar no cenário cultural do Recife.

“Com certeza, o brega vai crescer mais e mais e ter espaço em vários outros lugares”, disse a cantora, ao celebrar a primeira vez que o gênero foi representado como uma das atrações principais da festa.

Vestindo um vestido dourado, com escamas espelhadas, ela não escondeu o orgulho ao falar sobre a celebração. Para a artista, as músicas são uma forma de incentivar o empoderamento feminino.

“Eu amo isso, as minhas músicas falam muito do empoderamento feminino, um dos meus maiores sucessos é ‘Novo Namorado’, que fala ‘pintei o meu cabelo, me valorizei, entrei na academia, eu malhei, malhei’. A galera conhece, então, eu falo muito disso, de empoderamento feminino, as mulheres se identificam muito. Meu público feminino é muito grande”, afirmou a cantora.

Na lista de canções trazidas na noite, estão bregas famosos, como “Labirinto”, “Ele Não Me Amou”, “B.O.”. Além disso, o show mistura clássicos do frevo, como “Chuva de Sombrinhas”, “Me Segura Senão Eu Caio” e “Morena Tropicana”, além de canções sertanejas como “Milu” e “Quando a Bad Bater”.

© copyRIGHT 2020 - 103 FM ARACAJU. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.