NO AR
SABADABADÃO
09h às 11h

O médico Eduardo Amorim, pré candidato a senador, afirmou que não vai mais aceitar, calado, os ataques do que chama de “marketing do mal”. Segundo ele, nas duas últimas edições, quando disputou o Governo do Estado, foi vítima de uma campanha sórdida, recheada de mentiras, calúnias e difamações, que acabaram confundindo a cabeça do eleitor, principalmente por causa do seu silêncio.

 

A afirmação foi durante entrevista no programa 103 Notícias, comandado pelo jornalista e radialista, na 103 FM, na manhã desta segunda, 30. Eduardo negou que esteja sendo convencido a abrir mão da sua pré candidatura ao senado, para facilitar a formação da chapa majoritária, encabeçada por Valmir de Francisquinho, pré candidato ao governo. Lembrou que foi o primeiro a falar no nome de Valmir, por entender que ele tem condições de tirar Sergipe “do atraso em que se encontra.

 

BOLSONARO

 

Ainda durante a entrevista na 103 FM, Eduardo Amorim confirmou que seu palanque em Sergipe, receberá o presidente Bolsonaro e confirmou que estará ao seu lado, durante a Festa do Caminhoneiro, em Itabaiana. Sobre chapa puro sangue do PL, disse que não vê problema, porque o eleitor vota no candidato e não no partido.

 

 

Via Redação 103 Notícias

 

Publicidade

© COPYRIGHT 2024 - 103 FM ARACAJU. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.