NO AR
TÚNEL DO TEMPO - ERA DISCO
20h às 22h

Foto: Divulgação/Pixabay

 

Meta, controladora do Facebook, identificou, neste ano, mais de 400 aplicativos maliciosos para smartphones que têm o objetivo de roubar informações de login dos usuários no Facebook.

 

“Relatamos nossas descobertas à Apple e ao Google e estamos ajudando as pessoas potencialmente impactadas a aprenderem mais sobre como se manter seguras e proteger suas contas”, informou a Meta, em nota divulgada nesta sexta-feira, 7.

 

Segundo a agência de notícias Bloomberg, mais de 1 milhão de usuários serão notificados. “Vamos avisar essas pessoas sobre terem sido expostas aos aplicativos, o que não quer dizer necessariamente que tenham sido hackeadas“, disse David Agranovich, diretor da equipe de segurança cibernética da Meta.

 

Os aplicativos foram listados nas lojas do Google Play (Android) e da App Store (Apple), disfarçados como editores de fotos (a maioria), jogos, serviços VPN, aplicativos de negócios e outros utilitários para enganar as pessoas e baixá-los.

 

Uma vez instalados no smartphone, esses aplicativos solicitavam aos usuários do Facebook suas credenciais para utilizar os recursos. “Eles tentaram incentivar o fornecimento de informações confidenciais das pessoas, para permitir que hackers acessassem suas contas”, resumiu Agranovich, que avaliou que os desenvolvedores desses aplicativos buscavam outras senhas, não apenas do Facebook.

 

A Apple ainda não se manifestou. Já o Google afirmou ter retirado da loja de aplicativos a maioria dos apps indicados pela Meta. “Nenhum dos aplicativos identificados no relatório estão disponíveis”, informou o Google à agência de notícias AFP.

 

 

Via Revista OESTE

Publicidade

© COPYRIGHT 2024 - 103 FM ARACAJU. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.